As buscas, sem sucesso, foram interrompidas no final do mesmo dia devido ao adiantar da hora e devem retomar hoje, segunda-feira, num perímetro mais alargado.

A informação foi avançada à Angop pelo porta-voz do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB), Faustino Minguês.

Conforme a fonte, os jovens realizavam pesca e lazer, uma actividade proibido por Decreto Presidencial enquanto vigora o Estado de Emergência.

O oficial bombeiro contou que o jovem de 23 anos, cuja identidade não foi revelada, estava a bordo de uma embarcação, na companhia de quatro amigos, quando o motor do barco avariou. Devido as fortes ondas, disse, os ocupantes foram projectos.

“Todos esforços estão a ser feitos para se localizar a vítima que, até ao momento é tido como desaparecido”, frisou.

Referiu que alguns dos ocupantes da embarcação usavam coletes salva-vidas, por isto conseguiram sair ilesos do naufrágio.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.