Os confrontos no distrito sul de Bhola, a 195 km da capital Daca, eclodiram quando multidões enfurecidas protestaram contra uma publicação no Facebook na qual um hindu teria feito comentários depreciativos sobre o profeta Maomé.

A polícia disse que o Facebook foi realmente hackeado e que todos os hackers foram detidos.

“Fizemos tiros em branco em legítima defesa quando algumas pessoas começaram a atirar pedras em nossos policiais, forçando-nos a nos abrigar em um prédio”, disse Sarkar Mohammad Kaisar, super-intendente da polícia em Bhola.

Quatro pessoas foram mortas e um agente da polícia sofreu ferimentos a bala durante o confronto, disse Khaisar. Guardas de fronteira e mais agentes da polícia foram enviados para Bhola.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.