O sistema, inaugurado pelo governador da Lunda Sul, Daniel Neto, compreende dois postos de transformação de 250 Kva e dez de iluminação pública, que permitiram a distribuição de energia eléctrica domiciliária para 800 famílias.

Em declarações à imprensa, o director do gabinete provincial dos serviços técnicos e infra-estruturas, Cláudio Pemessa, disse que a acção visa dar resposta às solicitações dos moradores, aquando da auscultação realizada no bairro Sacombe, realçando que, brevemente, outros programas sociais serão direccionados a este e outros bairros da cidade de Saurimo.

Sublinhou que o sector da energia vai continuar a merecer atenção do governo local, devido à importância que representa na vida das populações do município de Saurimo.

Por seu turno, o presidente da comissão de moradores daquela circunscrição, Pedro António, regozijou-se pelo facto da localidade beneficiar de iluminação, o que poderá propiciar a realização de actividades nocturnas, tornando mais aprazíveis as noites.

“O próximo desafio que lanço ao governo é a colocação de um sistema de distribuição de água potável, uma vez que a população também nunca beneficiou deste precioso líquido. Somos obrigados a consumir água não tratada, tirada directamente do rio Chicapa, que dista a 800 metros da localidade”, lamentou.

O bairro Sacombe, fundado em 1965, dista a 12 quilómetros da sede capital (Saurimo) e possui uma população estimada em dois mil e 56 habitantes, na sua maioria camponeses.

O município de Saurimo conta com uma população estimada em 534 mil e 231 habitantes, representando 82 por cento da população da Lunda Sul.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.