Os cientistas explicam que todos os cães do mundo descendem de um único ancestral: o lobo cinzento. Mas, os cruzamentos levados a cabo pelo homem, ao longo de séculos, levaram ao aparecimento de diversas raças, que estão hoje muito longe do lobo original.

Veja aqui algumas das raças mais famosas.

Labrador

É originário do extremo nordeste do Canadá, na província Newfoundland and Labrador. É um cão rápido e esperto, que se habituou a ajudar os pescadores na sua faina.

Pastor Alemão

É o cão que nos habituámos a ver ao lado das autoridades: guardas civis, policiais e militares.  Trata-se de um cão antigo, originado na maior parte por raças que habitavam as zonas rurais da Alemanha. O “resultado final” apareceu na pequena cidade de Karlsruhe, em 1899.

Yorkshire

Esta raça faz muito sucesso em vários países. Pertence ao grupo de caniches, no qual também se encontram o chihuahua e o pinscher, devido ao tamanho. Raramente ultrapassa os 3 quilos.

O nome vem-lhe do facto de o Yorkshire ter sido usado na cidade com o mesmo nome, em Inglaterra, durante o século XIX, para caçar ratos em depósitos de roupas.

Golden Retriever

Foi criado por um nobre escocês, Lord Tweedmouth, através do cruzamento de várias raças. O objectivo era conseguir um cão hábil, adaptado ao clima da Escócia e fácil de treinar. Actualmente, o Golden Retriever é reconhecido por ser um cão excelente tanto para caça quanto para resgate, razão pela qual é amplamente usado para ambas as funções.

Beagle

Já era usada na Inglaterra nos anos 1500 para farejar coelhos. Os beagles ficaram famosos em parte graças ao boneco Snoopy, da banda desenhada. O nome deriva do termo francês “be’geule”, que significa que o cão está a latir atrás de alguma caça.

Boxer

Na Alemanha do século XIX, para além de ajudar camponeses a caçar grandes javalis, os boxers eram objetos de aposta em brigas de cães. O seu temperamento é uma fama injusta. Quando bem tratado, o boxer é uma das raças mais dóceis e afetuosas do mundo, especialmente com crianças.

Buldogue

O buldogue tem uma curiosidade: o seu nariz achatado, característico, torna-o vulnerável ao sobreaquecimento quando faz muito calor. Como os cães controlam a temperatura através do suor pelo nariz, o seu focinho curto dispõe de menos área de troca de calor com o ar.

Dachshund

Este pequeno e comprido cão é criado há mais de 500 anos na Alemanha. Foi concebido para combater texugos em áreas próximas a plantações. Hoje, para fins de catálogo, são subdivididos em dois grupos: o standard, que pesa de 7 kg a 14,5 kg, e o miniatura, que pesa no máximo 5 kg.

Poodle

A pelagem encaracolada dos poodles tem uma explicação: quando os caçadores alemães os levavam por bosques cruzados por rios, eram os pelos enrolados que os ajudavam a mover-se mais facilmente na água. Ao longo do tempo, os poodles se tornaram os cachorros preferidos da realeza em várias cortes da Europa.

Shih Tzu

A postura imponente e de tronco empinado deste caniche, fez com que fossem os cães preferidos das dinastias reais da China durante mais de mil anos. A sua descendência é simples: vem do cruzamento do pequinês com o lhasa apso ou com o tibetano montanhês. Durante a Primeira Guerra Mundial, soldados britânicos descobriram o Shih Tzu na China e a raça espalhou-se pelo mundo.

SAPO

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.