A comuna do Micosse recebeu 14, a de Capelongo 18, a do Mulondo 17 e 27 motos-cisterna para comuna sede.

Em declarações à Angop, o administrador municipal-adjunto para a área política e social, Artur José, disse que a distribuição foi feita em função da extensão territorial, número de habitantes e o nível de problemas apresentados pelos administradores comunais ligados a falta de água.

Segundo o responsável, às populações pagavam água a um preço de um Kwanza por litro, mas no período em vigor a distribuição é gratuita.

No município foram construídos sistemas de tratamento e distribuição de água potável, no âmbito do programa de combate à pobreza, mas não chegam a todas localidades, pelo que é necessário suprir a carência com carros e motos-cisternas.

O município da Matala dista a 180 quilómetros a leste do Lubango e tem uma população estimada em mais de 305 mil habitantes.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.