Às 09:53 (hora de Nova Iorque), o índice Dow Jones subia 0,84% para 27.664,27 pontos, mas o tecnológico Nasdaq recuava 0,08% para 11.001,98 pontos.

O índice alargado S&P 500 avançava 0,23% e estava em 3.359,24 pontos.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou no sábado vários decretos executivos com ajudas económicas em resposta à crise causada pela pandemia de Covid-19, após republicanos e democratas terem falhado um acordo no Congresso.

Entre as medidas inclui-se uma prestação adicional de 400 dólares (338 euros) semanais para os desempregados para substituir a prestação de 600 dólares que terminou no final de julho (cerca de 507 euros).

No plano diplomático, a China anunciou hoje sanções contra 11 funcionários norte-americanos, por interferência nos assuntos de Hong Kong, depois de os Estados Unidos terem adotado medidas semelhantes contra várias autoridades da região semiautónoma chinesa.

As sanções impostas por Pequim, que não foram especificadas, afetam os senadores republicanos Ted Cruz e Marco Rubio, entre outros, revelou o porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros chinês Zhao Lijian.

Na sexta-feira, Washington anunciou sanções contra 11 dirigentes de Hong Kong, incluindo a chefe do Executivo, Carrie Lam, acusados de restringir a autonomia do território e a “liberdade de expressão e reunião”.

A bolsa nova-iorquina encerrou mista na sexta-feira, com os investidores divididos entre os números do emprego, a escalada da tensão sino-norte-americana e o impasse negocial no Congresso sobre ajudas a famílias e empresas.

O Dow Jones subiu, pela sexta sessão consecutiva, terminando com mais 0,17%, mas o Nasdaq acabou com um ciclo de recordes ao perder 0,87%. Por sua vez, o S&P 500 terminou com uma ligeira valorização de 0,06%.

No conjunto da semana, o Dow Jones progrediu 3,80%, o Nasdaq ganhou 2,47% e o S&P 500 avançou 2,45%.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.