Segundo o político, em conferência de imprensa, uma vez que o país dispõe já de factores essenciais para o sucesso da agricultura: solo, clima e o homem, cabe ao Estado de incentivar os agricultores familiares e empresariais.

Alcino Jonas Kuvalela afirmou que as acções de combate à pobreza só deverão ter o êxito desejado caso se aposte fortemente no sector social, como a educação e a saúde, assim como na agricultura, como a única via capaz de potenciar economicamente as famílias das zonas rurais.

Acrescentou que estes sectores constituem os factores decisivos para a melhoria da qualidade de vida da população e o crescimento económico-social sustentável do país.

De igual modo, referiu ser importante, além do reavivamento das terras, que o Estado intervenha nas vias secundárias e terciárias, para facilitar a circulação de pessoas e bens do campo para cidade, evitando, deste modo, que os produtos agrícolas venham a se estragar por falta de escoamento.

Nas últimas eleições de 23 de Agosto de 2017, a Unita elegeu dois deputados no círculo eleitoral da província do Huambo, com 213 mil e 858 eleitores.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.