Segundo o comunicado de imprensa, através desta participação, a Siemens dá o seu contributo para a temática da gestão eficiente e sustentável dos recursos do país, em áreas de grande importância económica como a energia, o petróleo e gás e a indústria. As competências e tecnologias da Siemens - para a exploração inteligente e sustentável destes recursos - e as iniciativas promovidas em prol do desenvolvimento do capital humano angolano são alguns dos temas em destaque no espaço da empresa.

Para Sérgio Filipe, CEO da Siemens Angola, “a Siemens tem sido, e quer continuar a ser, um importante parceiro tecnológico do país, capaz de criar valor sustentado e duradouro em áreas determinantes para a prosperidade económica e para a qualidade de vida dos angolanos, tais como a energia, transportes, indústria e infraestruturas”.

“Somos um excelente exemplo do investimento alemão em Angola e da boa cooperação que existe entre os dois países, áreas que irão com toda a certeza sair reforçadas ao longo dos próximos dias, neste importante fórum económico e empresarial que é FILDA”, concluiu o responsável.
Empresa reforça aposta nos recursos humanos locais

A Siemens Angola tem desenvolvido importantes iniciativas nas áreas da educação, formação e de transferência de conhecimentos, com a participação de jovens angolanos em programas de formação internacionais. É o caso do Tech Apprenticeship@Siemens, iniciativa profissional e educativa que reúne em Berlim jovens de todo mundo, durante três anos e meio. Durante este período, os estagiários recebem formação vocacional de elevada qualidade nas áreas da eletrónica e mecatrónica. Este ano vão participar quatro alunos angolanos nesta iniciativa, com idades entre os 20 e os 22 anos, que vão receber formação em Eletrónica e Mecatrónica. A formação começa já em agosto e termina em janeiro de 2023, com a integração dos jovens formandos na Siemens.

A FILDA 2019, que decorre de 9 a 13 de julho na ZEE – Zona Económica Especial, tem o tema “Dinamizar o sector privado e promover o crescimento económico”.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.