Conforme explicou o presidente da agremiação empresarial à Inforpress, a campanha de angariação de recursos financeiros é “mais um esforço” para encorajar os empresários a serem solidários com quem precisa.

“O objectivo é conseguir angariar um montante que permitirá então ajudar os hospitais e centros de saúde da região a adquirir equipamentos e outros materiais para enfrentar a covid-19”, disse a mesma fonte, adiantando que por enquanto não fizeram as contas, mas contam juntar uma “quantia razoável”.

No entanto, segundo Belarmino Lucas, a ideia é continuar com a campanha enquanto durar a situação do novo coronavírus, que “não terminará de um dia para o outro”, e depois encaminhar as verbas aos estabelecimentos hospitalares que decidirão quais os equipamentos a adquirir e qual a prioridade.

Ainda nesta onda de solidariedade, a agremiação empresarial também está a incentivar os empresários a doarem géneros alimentícios aos centros de recolha e câmaras municipais para ajudar aqueles que mais necessitam.

Afinal, defendeu Belarmino Lucas, a covid-19 é uma “luta de todos”.

Segundo dados do Ministério da Saúde, com mais quatros testados positivos nesta terça-feira na Cidade da Praia, Cabo Verde passa a contar com 113 casos positivos, dos quais 59 na ilha de Santiago, sendo 56 no concelho da Praia, dois no município do Tarrafal de Santiago e um em São Domingos, 53 casos positivos na ilha da Boa Vista e um em São Vicente.

Destes 113 casos testados positivos em Cabo Verde, há a registar dois recuperados, ambos cabo-verdianos, e uma morte, a um cidadão inglês de 62 anos.

A nível internacional, a pandemia da covid-19, já matou 214.451 pessoas e infectou mais de três milhões em todo o mundo desde Dezembro, segundo um balanço da agência AFP  feita às 19:00 TMG de hoje, baseado em dados oficiais.

De acordo com os dados recolhidos pela agência noticiosa francesa, às 19:00 TMG (18:00 em Cabo Verde) 3.068.330 casos de infecção foram até agora oficialmente diagnosticados em 193 países e territórios desde o início da epidemia, em Dezembro de 2019 na província chinesa de Wuhan.

A AFP alerta que o número de casos diagnosticados reflecte apenas uma fracção do número real de infecções, já que um grande número de países está a testar apenas os casos que requerem tratamento hospitalar. Entre esses casos, pelo menos 840.300 são hoje considerados curados.

Desde a contagem feita às 19:00 TMG de segunda-feira, 5.474 novas mortes e 70.643 novos casos ocorreram em todo o mundo.

Os países com mais novos óbitos são os Estados Unidos, com 1.970 novas mortes, o Reino Unido (586) e a Itália (382).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.