Em declarações à imprensa no final da sua visita de trabalho de três ao Cunene, o ministro disse que as obras da loja Poupa Lá em Ombadja estão concluídas e a do Cuvelai apresenta uma execução física na ordem dos 70 por cento.

Informou que a não conclusão das duas lojas nas datas previstas tem a ver com o actual contexto económico do país. Na sua óptica, com a entrada em funcionamento das referidas lojas a população destes municípios poderá começar a variar a sua dieta alimentar, optando essencialmente por produtos locais.

“Depois de concluídos as obras, será realizado um concurso público local, para se encontrarem gestores credíveis e capacitados para gerirem as lojas de modo a assistirem com satisfação a população beneficiária”, sublinhou.

Joffre Van-Dúnem disse que relativamente ao processo de inspecção e fiscalização da actividade comercial, o ministério em parceria com outros órgãos vão reforçar as acções no sentido de desencorajar os comerciantes que especularem os preços dos produtos da cesta básica.

A província do Cunene tem uma rede comercial com mil e 234 estabelecimentos para a venda a grosso e retalho.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.