O responsável que falava na apresentação do RAPP na província do Bengo, disse que o recenseamento que vai contar com cerca de mil e 600 inquiridores, está avaliado ao equivalente em Kwanzas, 25 milhões de dólares norte-americanos, financiados pelo Banco Mundial.

Esta verba, disse, serve para suportar o censo piloto (583 mil e 854 dólares norte-americanos), o RAPP principal (USD 18.402.844) e o inquérito complementar avaliado em seis milhões, 12 mil e 56 dólares norte-americanos.

Explicou que neste momento estão a trabalhar para a formalização das comissões provinciais e gabinetes municipais do RAPP, acções de formações e capacitação dos membros, dos  supervisores informáticos, cartógrafos e agentes do campo.

Anderson Jerónimo disse que objectivo do RAPP é ajudar o Executivo na definição de políticas para os importantes sectores de actividade socioeconómica no país.

Para tal, o RAPP fará o levantamento das actividades agrícolas, pecuárias e aquícolas, classificando-as em explorações familiares, empresariais ou grandes explorações.

Por seu turno, o presidente do Clube de Empresários do Bengo, Carlos Gomes, reiterou a necessidade da efectivação do RAPP, solicitando que o projecto seja implementado na prática.

O Censo Agro-pecuário é uma operação estatística de recolha, processamento e divulgação de dados sobre a estrutura da agricultura, pecuária e pescas, abrangendo todo país, para permitir melhor elaboração das políticas, planificação e definição dos projectos com eficiência.

O projecto iniciou com o censo piloto nas províncias do Uige, Cuanza Sul, Benguela, Cunene e Moxico, entre Janeiro e Abril deste ano.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.