Numa ronda efectuada hoje, terça-feira, a ANGOP constatou também que o saco de arroz de 25 quilogramas passou de 4.900 para 5.200 Kwanzas, enquanto o de açúcar passou de 8.450 para 8.505 o saco de 50 quilogramas.

Nos principais armazéns da província, os consumidores estão adquirir a caixa de óleo entre 3.800 a 4.300, a depender da qualidade, contra os 3.330 e 4.000 Kwanzas, ao passo que o saco de sal mantém-se no mesmo valor de 2.650 Kwanzas, tal como a de massa alimentar (1900).

Nos últimos 15 dias, os consumidores estão adquirir o saco de 50 kg de soja a 13.500, contra os 12.500 anteriores.

O cartão de ovo, segundo apurou à ANGOP está a chegar à mesa dos consumidores ao preço de 1.400 Kwanzas, contra os 1.100, ao passo o quilograma de carne de vaca está ser vendido a 3.300 Kwanzas e a caixa de galinha rija varia entre os sete a oito mil Kwanzas.

Entretanto, alguns proprietários de armazéns grossistas informaram que o aumento do preço dos produtos da cesta básica, com destaque para a farinha de trigo, deve-se a dificuldades de divisas para aquisição a partir dos fornecedores, aliado ao custo de transportação.

A 16 de Outubro a assinala-se o Dia Mundial do Pão, instituído pela União Internacional de Padeiros e Afins, em 2000, para celebrar este alimento essencial.

O pão é o alimento mais popular do mundo, estando presente nas várias refeições, assim como é o alimento mais versátil, dando origem a inúmeras receitas.

Também assinala-se ainda o Dia Mundial da Alimentação, instituído para lembrar a criação da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) e fazer com que a população reflicta acerca de temas como fome e segurança alimentar.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.