O responsável, que falava à Angop, a propósito da subida do preço do pão, afirmou que a farinha de trigo regista uma subida desde Fevereiro de 2018, estando agora o saco de 50 kg a oito mil e 900 Kwanzas.

Anteriormente, o saco era comprado a sete mil e 700 kwanzas, assim como a caixa de fermento cujo preço se alterou de sete mil para nove mil kwanzas.

“A medida é benéfica para os panificadores, pois estávamos a perder dinheiro, visto que temos responsabilidade de pagar salários aos funcionários, impostos, entre outros gastos de produção. Gostávamos que a matéria-prima fosse produzida a nível nacional, de forma a ter preços mais acessíveis para ter o pão mais barato", disse.

A propósito, o director do gabinete do Comércio, Indústria e Recursos Minerais, Manuel Quilende Machado, referiu ter já reunido com os associados, com a recomendação de que se mantivesse o preço da carcaça em 25 Kwanzas e reduzir dez gramas.

Apelou à direcção da associação a fiscalizar os seus associados, para que implementem a medida.

A Associação dos Industriais de Panificação e Pastelaria da Huíla controla 55 associados, nos 14 municípios da província.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.