O facto foi avançado hoje, sexta-feira, à Angop, em Saurimo, pelo director do Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística da província da Lunda Sul, Belarmino Sandung, tendo precisado que para a materialização dos projectos foi disponibilizado onze mil milhões, 571 milhões, 530 mil e 423 kwanzas.

Fez saber que o valor vai servir para construção e apetrechamento de 22 escolas, quatro postos de saúde, nove residências para funcionários públicos, infra-estruturas para albergarem repartições públicas nos municípios de Cacolo, Dala, Muconda e Saurimo.

Acrescentou que o montante será ainda aplicado em obras de melhoria do tapete asfáltico dos municípios, reabilitação de balneários públicos, aquisição de equipamentos hospitalares, meios de trabalho para saneamento básico, expansão da rede eléctrica e de sistemas de água, construção de mercados municipais, entre outros projectos inscritos no PIIM.

Segundo o responsável, a província da Lunda Sul já recebeu 15 % do valor global para execução de 32 dos 40 projectos aprovados para o PIIM.

Lembrou que as obras do Piim terão um prazo de execução de um a seis anos.

Sublinhou que dos projectos inscritos, cinco são de subordinação do Governo Provincial da Lunda Sul, destacando-se a construção de escolas com 24, 16 e 12 salas de aulas, no município de Saurimo.

Referiu que sob a êgide do Governo central estão projectos como construção de esquadras integradas de polícia (responsabilidade do Ministério do Interior), reabilitação e expansão do sistema de abastecimento de água na via Saurimo/Dundo (Ministério da Energia e Águas) e construção de infra-estruturas administrativas e autárquicas (Ministério da Administração do Território e Reforma do Estado).

Lançado a 27 de Junho de 2019, o PIIM é um programa de iniciativa do Presidente da República, avaliado em dois mil milhões de dólares, com dotações para os 164 municípios do país.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.