Vinte anos após a transferência de administração de Portugal para a China, Macau “está posicionado como o local ideal para implementar um vasto programa de interações turísticas centrado nos mercados da China e da América Latina”, referiu a organização.

O vice-Presidente brasileiro, António Hamilton Mourão, e o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, encabeçam a delegação do Brasil, adiantou, no final de setembro, a secretária-geral do GTEF, Pansy Ho.

A saúde e o bem-estar são o pano de fundo desta edição, que irá reunir no território vários ministros do desporto, da cultura e do turismo, líderes empresariais globais e especialistas do setor.

A “crescente procura pela saúde e pelo bem-estar irá orientar as discussões sobre as políticas governamentais, tendências e oportunidades relacionadas com o turismo”, de acordo com o comunicado divulgado hoje.

Este ano, a organização aposta em promover, pela primeira vez, a Conferência Mundial de Investimento e Financiamento do Turismo, na qual participam especialistas em investimento e líderes do turismo “de topo a nível mundial”.

Desde que foi criado, em 2012, a GTEF estabeleceu-se “como uma plataforma de cooperação de alto nível para promover o desenvolvimento sustentável na indústria do turismo global, com foco na China”.

Até à data, o GTEF recebeu mais de dez mil participantes de 89 países e regiões.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.