De acordo com o programa de Apoio à Produção Agricola a que a Angop teve hoje acesso, o subprograma contempla uma área de cinco mil  hectares  no final do quinquénio 2018-2022, sendo  quatro mil  pertencentes ao sector  familiar  e mil dos aglomerados empresariais.

O investimento público será de dois biliões, 223 milhoes e 797 mil kwanzas , para o quinquénio e um investimento  privado de cinco bilhões   957 milhões e 723mil Kwanzas, para o mesmo período, com recurso ao financiamento bancário  aos produtores.

Realça que o programa visa promover o fomento da cultura do cacau, com acções de fortalecimento da capacidade de assistência técnica do produtor, melhoria da produtividade e aumento da produção, com impacto no agro-negócio.

Além da direcção do Instituto Nacional do Café, fazem parte da execução deste subprograma, as estruturas locais do INCA, departamentos provinciais, brigadas técnicas, os órgãos da administração  do Estado , administrações municipais  e comunas, autoridades tradicionais, produtores de cacau , empresários , cooperativas, industriais e exportadores.

O subprograma é coordenado pelo Instituto Nacional do Café, enquanto o acompanhamento é feito pela Direcção Nacional da Agricultura(DNA).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.