Em declarações hoje à imprensa,  o director local da Agricultura, Martinho Coquete, disse que os principais mercados de venda, Luanda, Benguela e Huíla, estão inundados de batata-rena, provocando a redução significativa do preço.

Explicou que o preço actual, mil Kwanzas o saco de 20 kg, não compensa os custos de produção e transportes  para os mercados de consumo,  liderado pelo praça do 30, em Luanda.

De acordo com o responsável, há também uma grande quantidade a estragar-se nas lavras devido a dificuldade de escoamento, em consequência da mau estado das estradas.

Lamentou o facto do alto índice de produção deste ano contrastar com esta realidade, o que pode desmotivar às famílias camponesas na próxima campanha agrícola.

Apontou a comercialização de fertilizantes a preço subvencionado e a queda regular das chuvas como estando na base do aumento da produção da batata-rena.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.