"Depois de uma reunião bilateral com o príncipe herdeiro [de Abu Dhabi] xeque Mohammed bin Zayed (...) assistimos à assinatura de cinco acordos de cooperação intergovernamental e 11 acordos comerciais em diferentes domínios" num valor total de quase 23 mil milhões de dólares, indicou o Presidente indonésio, Joko Widodo, na sua conta da rede social Twitter.

Esses investimentos serão feitos através de um novo fundo soberano da Indonésia, que também incluirá contribuições do grupo japonês Softbank e da agência americana de desenvolvimento IDFC, explicaram as autoridades indonésias.

Cerca de 12,6 mil milhões de dólares serão destinados ao desenvolvimento de instalações petroquímicas no oeste da ilha de Java, sob a liderança da empresa de petróleo indonésia Pertamina e da gigante de energia dos Emirados Árabes Unidos Abu Dhabi National Oil Company (Adnoc), referiu o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Também foram assinados acordos para investimentos em portos, energias renováveis e agricultura.

Após a sua reeleição no ano passado, o líder indonésio disse que a sua prioridade seria atrair investimentos para a principal economia do sudeste da Ásia para desenvolver infraestruturas.

Abu Dhabi poderia contribuir para o projeto de construção de uma nova capital na ilha de Bornéu, destinada a substituir a atual capital Jacarta, atingida pelo desenvolvimento caótico e exposta ao crescente risco de inundações.

Mohammed bin Zayed foi convidado a participar para o desenvolvimento da nova capital como conselheiro, indicou o ministro coordenador dos assuntos marítimos, Luhut Pandjaitan.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.