A informação foi avançada, sábado, no município do Lobito, província de Benguela, pela directora do Serviço Regional Tributário da IV Região, Nara Júnior, quando intervinha num encontro realizado no âmbito das comemorações do 3º aniversário da AGT, assinalado a 15 de Dezembro.

Segundo a responsável, até ao final de 2017 a instituição prevê arrecadar um valor na ordem dos 68 mil milhões de kwanzas.

“A instituição está a fechar o ano, mas ainda há o mês de Dezembro por contabilizar”, sublinhou.

A directora apontou os de fuga ao fisco como um dos principais problemas que afecta o sector e defendeu, por isso, defendeu a necessidade existir mais campanhas de sensibilização para persuadir a população a ter o hábito de pagar os impostos.

“Em Angola há falta de cultura fiscal, por isso a AGT tem realizado regularmente acções de sensibilização para dar a conhecer a função do imposto para o cidadão ter noção da sua obrigação”, salientou.

O Serviço Regional Tributário da IV Região da Administração Geral Tributária tem a sua sede no município do Lobito.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.