A informação foi avançada hoje, domingo, à Angop, em Ondjiva, pelo director do Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (Inadec) no Cunene, Bernardo Hilundilwa, referindo que esse exercício é crucial no período da quadra festiva, pois nessa altura alguns comerciantes adoptam posturas enganosas.

Bernardo Hilundilwa disse que o trabalho de fiscalização está ser realizado em colaboração com o Serviço de Investigação Criminal (SIC) e da direcção local do Comércio.

O director do Inadec no Cunene apelou aos cidadãos a denunciar sempre que deparar-se com produtos fora do prazo e estragados a serem comercializados em lojas e nos mercados informais.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.