Segundo o responsável, que falava à imprensa, a data de validade do produto foi adulterada de 31 de Março de 2020 para 31 de Setembro de 2020, ou seja, adulterou-se o mês.

O iogurte foi encontrado em maior quantidade no mercado informal, cerca de 100 caixas, mas também está a ser comercializado em alguns estabelecimentos comerciais, sobretudo do município do Lobito.

Manuel Furtado alerta que a apetência de alguns cidadãos pelo lucro fácil pode comprometer a saúde das pessoas, sobretudo de crianças, grandes consumidores deste iogurte.

“Alguns agentes económicos estão a enveredar por uma via de enriquecimento económico fácil, por isso cabe a cada um dos cidadãos maior vigilância para se preservar o bem vida”, frisou.

Ainda este mês, três estabelecimentos comerciais foram encerrados, na cidade de Benguela, por essa equipa multissectorial composta pelo Inadec, inspecções da Saúde e do Comércio devido a falta de condições de higiene e de segurança no trabalho.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.