Segundo o ministro, que falava à imprensa, no segundo dia da visita de campo a infra-estruturas comerciais com contratos de exploração, o Governo vai negociar com aqueles que se mostrarem interessados em colaborar.

A visita, que se estende até Abril próximo, permitiu fazer um trabalho pedagógico sobre segurança alimentar, armazenamento, manuseamento dos alimentos e perspectiva de reajuste dos contratos destes estabelecimentos comerciais.

O ministro salientou que no contrato de investimento público em propriedade privada, o Estado deve ser ressarcido pelos valores gastos na implementação da infra-estrutura. Já na outra modalidade, referiu, o Estado constrói e arrenda a uma entidade particular que assume a gestão do imóvel, sem desvirtuar o seu objecto social.

Durante a ronda, verificou-se a alta de preço dos produtos da cesta básica nos estabelecimentos comerciais.

Joffre Van-Dúnem incentivou os comerciantes a abandonar esta prática, sob pena de serem sancionados.

A visita de campo a infra-estruturas comerciais, com contratos de exploração, tem por objectivo diagnosticar e avaliar o estado actual das infra-estruturas logísticas e comerciais. A mesma já foi realizada nas províncias Bié, Huambo, Lubango, Cuanza Sul e Benguela.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.