Das empresas e companhias do sector petrolífero, onze se destacam no pavilhão dos petróleos na FILDA, com realce para a Sonangol, Somoil, Total, Chevron, BP-Angola, Esso, ENI – Angola e o projecto de gás liquefeito Angola LNG.

Ao lado das companhias e empresas do sector, o pavilhão 5 acolhe também firmas de consultoria e prestação de serviços ao ramo petrolífero como são a Sonamet, Centro de Apoio Empresarial (CAE) e Panalpina.

A produção petrolífera de Angola, segunda maior da África sub-sahariana, representa, em média, 90% das exportações, 50% do Produto Interno Bruto (PIB) e 80% dos rendimentos tributários.

Desde 1980, a produção de petróleo bruto tem aumentado anualmente, estimando-se as reservas do crude angolano em 12.4 biliões de barris.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.