Os dados foram revelados na quinta-feira pelo proprietário da fazenda, Alféu Vinevala, quando  perspectivava a colheita de cereais. O gricultor sublinhou que  se estima recolher mil e 800 toneladas de milho e 230 toneladas de trigo.

O fazendeiro assegurou que neste momento está a  efectuar a colheita de milho nos 229 hectares de terra cultivados e posteriormente será a cultura do trigo, numa área de 129 hectares.

Alféu Vinevala estima um aumento de 600 toneladas de milho, ao passo que a de trigo poderá subir para cerca de 200 toneladas, comparativamente a colheita de 2019.

A aposta da produção de trigo há mais de cinco anos consubstancia-se num programa do Governo que visa a diversificação da economia e reduzir as importações, já que a farinha de trigo serve para a produção de pão, massa alimentar, bolachas, entre outros.

Considera que o maior constrangimento registado nesta época agrícola prende-se com a escassez de fertilizantes e a subida drástica de “imputes” agrícolas, que contribuíram também, de certa maneira, na subida de preços dos produtos do campo.

A fonte pontualizou que a  fazenda Vinevala tem contribuído  no programa de combate à pobreza, bem como garantir a segurança alimentar das populações de diversos pontos de Angola.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.