Em declarações à imprensa, no primeiro dos três dias de visita de trabalho à região, o diplomata lembrou haver já um número considerável de empresas belgas que investem em Angola.

Avançou, por outro lado, que no próximo ano, um grupo de empresários de países francófonos da Europa, onde se inclui a França, visitará Angola para uma missão comercial, visando conhecer melhor o mercado local.

Enumerou os sectores portuário, diamantífero, energia e águas como sendo os que mais interessam os homens de negócios da Bélgica que pretendem investir em Angola, um país que o embaixador considerou de parceiro importante, que está em fase de reformas para superar os problemas económicos.

“Temos uma confiança no nosso parceiro, por isso, motivamos as nossas empresas para descobrirem este país e de preservar essa confiança”, reiterou, frisando que é sua missão, como diplomata, fazer conhecer este país aos belgas.

Recordou, na ocasião, que Angola é o terceiro parceiro comercial da Bélgica em África, no contexto bilateral.

Durante a sua estada de três dias, Jozef Smets, para além de manter, nesta sexta-feira, um encontro com os membros do governo provincial, vai assistir a uma exposição das potencialidades económicas da região.

No sábado, antes do seu regresso à capital do país, o diplomata belga vai visitar os monumentos e sítios históricos desta cidade património mundial.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.