Constam dos produtos da cesta básica e considerados prioritários, segundo uma nota do gabinete provincial, chegada nesta quarta-feira, à Angop, a água, o arroz, a fuba de milho, o frango, o óleo alimentar, a massa alimentar, o feijão, entre outros.

Relativamente às medidas de prevenção contra o covid-19, o documento indica que os funcionários dos estabelecimentos comerciais devem estar devidamente equipados com meios de protecção sanitária, principalmente para aqueles que trabalham em zonas de maior exposição ao risco de contágio da doença.

O mesmo alerta aos estabelecimentos a substituição temporária do sistema informático “biométrico”, pelo livro de ponto e a restrição do número de clientes no interior do estabelecimento até 40%, como medidas preventivas contra a pandemia.

Indica ainda a nota para a necessidade de aquisição, por parte dos estabelecimentos, de termómetros a laser para o controlo permanente em todos os pontos de acesso aos edifícios e a obrigatoriedade dos funcionários e clientes manterem uma distância de um metro entre si.

O gabinete orienta igualmente a colocação de álcool-gel nas entradas dos estabelecimentos ou torneira com água corrente e sabão azul para lavagem das mãos, bem como a criação de grupos de limpeza, para garantir a higiene do local a cada 20 minutos.

“ O gabinete está a levar a cabo campanhas de fiscalização aos estabelecimentos de grandes comerciantes das províncias para possíveis especulações dos preços, principalmente os produtos de higienização como o sabão azul, vinagre, o álcool e gel, luvas e as máscaras”, asseverou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.