Ao falar no acto da sua apresentação ao governo do Cunene, desde que tomou posse no dia 01 deste mês, Anselmo Bulica, disse que os serviços serão instalados no edifício das Alfândegas, de modo a facilitar os cidadãos no envio de correspondências e encomendas.

Informou que os correios servem de plataforma de serviços, onde se pode encontrar múltiplas actividades, daí a necessidade de estarem a disposição da população sobretudo nesta zona fronteiriça com um intenso movimento migratório de cidadãos nacionais e estrangeiros.

O governador da província do Cunene em exercício, Édio Gentil José, parabenizou e encorajou o novo director-geral dos correios para região sul, que saberá assumir com responsabilidade o sector na perspectiva de melhorar a qualidade dos serviços.

A província do Cunene conta actualmente com duas Estações Postais de Correios, em Ondjiva e no município de Ombadja, que registam uma média mensal de envio e recepção de 60  correspondências nacionais e internacionais.

Fazem parte da região sul as províncias do Namibe, Huíla e Cunene.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.