De acordo com o comunicado final da primeira conferência sobre “o impacto da exploração dos recursos minerais na Lunda Norte”, realizada quarta-feira, no Dundo, refere que a medida evitará burocracia no processo.

No mesmo encontro, os participantes sugeriram que se capacite os técnicos dos gabinetes provinciais do Ministério dos Recursos Naturais e Petróleo, para que possam exercer de modo eficiente o trabalho de licenciamento e monitoramente da exploração de recursos minerais.

Defenderam a criação de medidas concretas que visam responsabilizar as empresas de exploração diamantíferas que não apoiam as comunidades circunvizinhas, no âmbito das suas responsabilidades sociais.

Consideram necessário que as empresas de exploração de diamantes apoiem o Estado no estancamento das ravinas e na reposição ambiental, através de plantação de árvores.

Durante a conferência foram abordados temas relacionados com a situação da exploração dos recursos minerais na província e beneficio para as comunidades circunvizinhas, entre outros.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.