Ao falar na cerimónia de assinatura de um protocolo de cooperação, o responsável sublinhou que o Governo angolanos está apostado na diversificação económica, sendo esta uma oportunidade que pretendem, mediante parcerias e investimentos na agricultura, pecuária, agro-indústria, transportes, entre outros sectores para produzir bens e serviços.

Para António Tiago Gomes, a assinatura acontece num momento de conjuntura económica de mudança, crucial do contexto político, económico e social de Angola que permite vislumbrar um ambiente mais favorável ao desenvolvimento competitivo da actividade empresarial.

Na visão do secretário-geral da Câmara de Comércio e Indústria de Angola, o país tem tudo para crescer e desenvolver-se, principalmente se poder beneficiar da cooperação de países como a República da Zâmbia.

Já o presidente da Câmara de Comércio e Indústria da Zâmbia, Michel Nyerenda, disse que assinatura surge numa altura oportuna, tendo em conta o facto da economia zambiana estar estabilizada.

“As trocas de divisas entre o dólar e moeda zambiana está a baixo de 6 porcento, tendo em conta o facto do governo combater a inflação em todos os produtos que entram e saem do país”, disse.

O acordo de cooperação assinado pelo secretário-geral da Câmara de Comércio e Indústria de Angola António Tiago Gomes e presidente da Câmara de Comércio e Indústria da Zâmbia tem como finalidade fortalecimento das relações económicas entre as comunidades empresariais dois países.

Com o acordo, pretende-se promover a colaboração e coordenação de esforços entre ambas as partes, com a finalidade de aumentar as relações bilaterais no âmbito económico, comercial e industrial, bem como desenvolver as transacções de comércio as importações e exportações entre empresas angolanas e zambianas.

O evento foi testemunhado pela embaixadora de Angola na Zâmbia, Balbina da Silva e pelo embaixador zambiano em Angola Lawrence Chalunhumana.

Angola e  Zâmbia mantêm uma vasta fronteira comum e excelentes relações de cooperação no quadro bilateral,   a nível da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), abrangendo as áreas políticas -diplomática, defesa e segurança, transportes, educação, saúde, agricultura, geologia e minas.

Angop