Francisco Coutinho afirmou ao SAPO que a ausência de Cabo Verde deu-se por motivos logísticos e problemas de emigração.

"Houve um atraso de remeter ao Consulado as cartas e os vistos para poder estar cá nesta edição da FILDA 2012", disse o gestor da feira.

Mas garantiu que estão a ser criadas todas as medidas para que na próxima edição não falte a presença do país vizinho.

"Para nós foi um processo que deixou-nos preocupados, neste momento envidamos todos os esforços no sentido de não voltar a acontecer nas próximas edições", adiantou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.