Este investimento vai permitir aos estudantes um maior acesso e melhor integração no mercado de trabalho, contribuindo para o desenvolvimento do capital humano e a criação de oportunidade de emprego.

O financiamento para o programa actual tem a duração de dois anos e neste período têm previsto a inserção de cerca de 200 estudantes graduados.

A informação foi avançada hoje (sexta-feira), em Luanda, pela directora do Departamento de Responsabilidade Social da British Petroleum (BP) Angola, Joyce José.

O programa de estágio profissional e comunitário da DW para jovens universitários edição 2019 tem a duração de seis meses.

Segundo a responsável, o programa tem foco nos cursos de medicina, engenharia, informática, agronomia, arquitectura urbanismo, gestão de território, economia, sociologia e direito para estudantes das províncias de Benguela, Huambo, Luanda, Cuanza Norte, Uíge e Zaire.

Joyce Melo fez saber que desde 2001 já foram beneficiados cerca de três mil jovens estudantes.

“Não é responsabilidade das entidades recrutarem o estagiário apenas dão a oportunidade de estágio para obterem conhecimentos e práticas actuais que o mercado de trabalho requer”, frisou.

Por sua vez, o director-geral da DW Angola, Allan Cain, fez saber que o programa visa dar abertura aos estudantes para adquirirem experiência de trabalho, o que considerou ser uma grande oportunidade para os licenciados.

O desafio desta organização não-governamental é, de acordo com o responsável, alargar o programa e dar mais oportunidade aos jovens universitários e criar parcerias com várias empresas e organizações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.