O BNA autorizou doravante os bancos comerciais a permitirem operações de transferência de divisas para o exterior do pais sem que os clientes necessitem de qualquer documento comprovativo. Cada cliente poderá transferir o equivalente a 120 mil dólares por ano, para

Estevão Gomes especialista em gestão bancária fez notar que neste momento “os bancos comerciais ainda dependem do BNA para obterem divisas por leilão”.

Esta medida poderá ser marcada por uma maior morosidade, disse Gomes para quem o BNA poderá também perder o controlo do mercado de divisas.

“Se antes tinha que ser o BNA a supervisionar cada operação e havia fraude financeira em que um cliente colocava mais de uma operação em bancos diferentes, agora que as transferências serão livres acho que o BNA vai perder o controlo das divisas em circulação”, disse.

Damião Cabulo, outro economista também manifestou dúvidas quanto à capacidade do BNA responder à procura de divisas que a medida vai provocar.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.