Trata-se da “Dias & Poeira", "Expresso", "Global", "Kétsia", "Nevisa",  "Ponto Câmbio" e da "Rede Crédito", de acordo com um  comunicado do Banco Central, publicado hoje na  sua página na internet.

O acto de revogação das licenças indica que, no prazo máximo de 30 dias, a contar da data da publicação do presente comunicado, devem as instituições públicas e privadas, com direitos de crédito sobre as instituições financeiras acima descritas, participar junto do Departamento de Regulação e Organização do Sistema Financeiro do BNA.

Estas  são as primeiras casas de  câmbio que perderam, este ano,  as suas  licenças de operatividade.

O BNA é o organismo de regulação e supervisão e garante da estabilidade do sistema financeiro do país.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.