De acordo com um documento do Departamento de Controlo Cambial do Banco Nacional de Angola (BNA), a que a Angop teve hoje acesso, os outros 19 bancos comerciais foram impedidos de participar do leilão de divisas desta semana (22 a 26 de Julho), por não apresentarem os relatórios de execução das divisas obtidas no leilão da semana passada (n.º 44/2019, de 15 de Julho) ou por apresentarem uma execução abaixo de 50%.

Assim, estão excluídos do próximo leilão de divisas o Millenium Atlantico, BAI, Caixa Geral Angola, Banco Comercial do Huambo, BCI, Banco de Crédito do Sul, Banco Económico, BFA, BIC, Banco de Investimento Rural, Banco Kwanza Invest, Banco Micro-Finanças, BNI, Banco Prestígio, Banco Valor, Sol, VTB e Banco Yetu.

O BNA justifica a medida com o facto de o reporte das operações executadas na plataforma SSIF não reflectir sobre o montante total vendido, facto que contraria o disposto no Instrutivo n.º 19/2018, de 3 de Dezembro.

Entende que alguns bancos comerciais até poderão ter executado as operações pelas quais adquiriram divisas junto do BNA, mas a falta de reporte na íntegra contraria o disposto na Directiva n.º 1/DCC/2017, de 1 de Fevereiro.

Neste sentido, reitera que a exigibilidade para a condução de operações cambiais não consiste apenas na participação das sessões de vendas de divisas, mas também na execução e reporte, em conformidade com os normativos em vigor.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.