Segundo uma nota que a Angop teve acesso hoje, segunda-feira, as sessões, que estavam agendadas  para 18 de Março último, foram adiadas devido a pandemia do coronavírus, que afecta vários países do mundo, incluindo Angola que conta com 14 casos positivos.

Para a sessão de auscultação da privatização das unidades industrias têxteis, como Nova Textang II (Luanda), a  África Têxtil (Benguela) e Satec  (Cuanza Norte), as inscrições estão a ser feitas nos link:
(https://us04web.zoom.us/webinar/register/WN_hySoZ2k0TpOvi66-tGLCgA)

Enquanto que para auscultação da privatização de empreendimentos agro-pecuários e agro-industriais, os interessados podem aceder o link (https://us04web.zoom.us/webinar/register/WN_NUqr0keITfy53xt6YL0Vow)

A sessão, online, será orientada pelo presidente do Conselho de Administração do IGAPE, Patrício Vilar, em dois períodos (manhã e tarde).

No âmbito do acordo financeiro estabelecido entre o Governo angolano e o  banco japonês JBIC, o Executivo investiu USD 1,2 mil milhões, sendo 251 milhões de dólares para a Nova Textang II e 420 milhões de dólares cada para África Têxtil e Satec.

A Nova Textang (Luanda) e as outras unidades foram  privatizadas em 2013 pelo Ministério da Indústria, através do IDIA- Instituto de Desenvolvimento Industrial de Angola, num concurso público que a referida instituição não tinha competências para o fazer, devido ao volume de investimentos.

As unidades têxteis encontram-se inoperantes, incluindo a  Textang  II, com uma capacidade de produção anual de nove milhões de metros lineares de tecido.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.