De acordo com Alberto Correra Neto, que falava à Angop, na 32ª Edição da Feira Internacional de Luanda (FILDA2015), Alemanha é um País com tecnologias reconhecidas no mundo e que podem contribuir significativamente na diversificação da economia.

O processo de diversificação da economia nacional, acrescentou, não depende apenas dos empresários angolanos, mas também de parceiros como a Alemanha, sobretudo no desenvolvimento do sector da energia.

Referiu que Angola tem a República Federal da Alemanha como parceiro estratégico a nível do continente europeu para uma cooperação vantajosa.

Sem avançar valores, disse que Angola é o terceiro País da África Austral, depois da África do Sul e da Nigéria em termos de negócios.

A 32ª Edição da Feira Internacional de Luanda tem como objectivo promover e fortalecer o Investimento privado nos diversos sectores da economia nacional.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.