Na presença do primeiro-ministro egípcio, Moustafa, Madbouly, assinou o documento, por Angola, o ministro da Economia e Planeamento, Manuel Neto Costa, e, pelo Egipto, o do Investimento e Cooperação Internacional, Sahar Nasr.

O memorando versa, entre outros aspectos, sobre mecanismos de interacção em matérias relacionadas com intercâmbio de experiências técnicas e económicas entre os dois países.

Essa aproximação, segundo o memorando, visa a melhoria do ambiente de negócios nos dois países e a implementação dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), com base nas leis e regulamentos aplicáveis em Angola e no Egipto.

A assinatura do documento aconteceu à margem do 4.º Fórum de Investimento para África 2019.

Quanto ao fórum, visou promover investimentos em infra-estruturas no continente africano e estimular o comércio intra-africano.

O evento registou o seu ponto mais alto na sexta-feira, 22, com a mensagem do presidente egípcio, Abdel Fattah El-Sisi, na qual apelou à reciprocidade a todos parceiros de África nas grandes oportunidades de investimento que o continente africano oferece.

Destacou, igualmente, o imperativo da mobilização de recursos financeiros para a implementação em projectos de infra-estruturas nos sectores de estradas, ferroviário, marítimo e de energia.

À margem do fórum, o ministro Manuel Neto Costa, acompanhado pelo embaixador de Angola no Egipto, Nelson Cosme, manteve um encontro de trabalho com o primeiro-ministro do Rwanda, Edouard Ngirente, e reuniu-se com a direcção da empresa egípcia Arab Contractors, com os quais abordou aspectos de interesse mútuo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.