De acordo com uma nota de imprensa da representação diplomática angolana a que a Angop teve acesso, as partes analisaram aspectos relacionados com a cooperação entre os dois Parlamentos e a forma como se pode melhorar as relações entre as duas instituições.

Para o embaixador Vicente Muanda, a diplomacia Parlamentar é uma forma de relacionamento entre os povos, que visa o diálogo dentro dos poderes conferidos aos respectivos Parlamentos para a concretização dos objectivos nacionais, num quadro de respeito mútuo e de complementaridade internacional.

Vicente Muanda e  Isidore Mvouba analisaram também a necessidade de se encontrar formas para o relançamento da cooperação entre os dois parlamentos  e o reforço da cooperação histórica entre ambos  países, cujas relações abrem agora "um novo capítulo".

Os dois interlocutores defenderam uma diplomacia Parlamentar activa, além das fronteiras dos respectivos países, e o reforço das instituições nacionais como um instrumento útil para promover as relações de amizade e cooperação entre os povos.

Angola e a República do Congo, através dos respectivos  Parlamentos, rubricaram no 1.º semestre de 2004 acordos de cooperação parlamentar que abrange a troca de delegações e de experiências, a coordenação de posições, consultas e intercâmbio de informações no âmbito da participação dos dois órgãos em reuniões e conferências regionais e internacionais  ( o Parlamento Pan-Africano, a União Parlamentar Africana e a União Inter-parlamentar).

O referido acordo prevê igualmente a formação de quadros e a troca de documentação e bibliografia parlamentar. Visa também estreitar e consolidar as relações de amizade e os laços de fraternidade e de solidariedade, no quadro da consolidação da democracia multipartidária e do estado de direito, em ambos países

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.