Na cerimónia inaugural estiveram presentes o PCA da FIL Matos Cardoso, a ministra do Comércio e Indústria Idalina Valente, o ministro de Geologia e Minas Joaquim David, a representar a África do Sul a vice-ministra do comércio Elisabeth Thabete, de Portugal o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas e em representação da Turquia o CEO da TUSKON, Confederação turca da Indústria e do Comércio.

A vice-ministra sul africana afirmou estar muito orgulhosa por representar o país convidado. "Estou convicta de que as relações da África do Sul com Angola vão estar mais reforçadas nas áreas comerciais e tenho a certeza de que esta feira será um sucesso", disse.

Da África do Sul vieram empresas como a Creative Flavors, Aaron Pin Thread Sculpture e Hll Longmors, cujos representantes se mostraram satisfeitos com a organização e esperam com a sua participação estreitar relações com outras empresas do mesmo ramo em Angola.

O CEO da Confederação turca da Indústria e do Comércio também partilhou o seu orgulho por participar na maior bolsa de negócios angolana. Com cerca de 105 stands, os empresários turcos pretendem deixar o país com bilhete de regresso marcado, aspirando parcerias com empresários angolanos.

A assinatura do protocolo que visa reforçar estas relações comerciais entre Angola e Turquia vem por isso ao encontro do lema da FILDA 2012:"Os Desafios da Atracção de Investimento: Estratégia, Legislação, Instituições, Infraestruturas e Recursos Humanos". A 29ª edição da FILDA é, à semelhança das anteriores, ponto de partida para muitos estrangeiros que consideram Angola um mercado a explorar.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.