O combinado “escaquístico”, composto por seis representantes e igual número de suplentes, trabalha em regime de domicílio, devendo concentrar-se na federação no período da prova, cuja primeira fase iniciou-se dia 22 último.

Enquadrada no grupo - 4, Angola entra em palco de 29 a 2 de Agosto próximo juntamente com mais 37 países a que se vão juntar os 12 qualificados da etapa que decorre com 32 selecções.

Estas 32 intervenientes desta fase são as últimas classificadas da edição anterior, disputada em 2018, na Geórgia, ex-estado da URSS.

Na segunda fase, segundo o calendário da Federação Internacional (FIDE), as 50 selecções qualificadas da fase inicial serão repartidas em cinco grupos de dez países, qualificando-se à fase seguinte as três primeiras, que se vão juntar ao grupo – 3, onde já figuram 35 concorrentes.

Segue-se o mesmo formato de qualificação à outra fase, ou seja, dos 50 concorrentes do grupo -3, apuram-se os três primeiros classificados das cinco séries, num total de 15, que se juntarão aos 25 do grupo -1, perfazendo 40 representantes.

Neste último agrupamento -1 (isentos das fases iniciais) figuram os melhores classificados das olimpíadas da Geórgia e mais os cinco melhores posicionados de cada continente no Ranking internacional.

Por África foram seleccionados pelo Ranking o Egipto, Marrocos, África do Sul, Zimbabwe e Argélia.

No fim desta etapa de grupos, as 40 selecções serão repartidas em quatro séries de 10 países cada, apurando-se as três primeiras classificadas, perfazendo 12 para jogarem os oitavos-de-final, meias-finais e final.

Para que uma selecção se qualifique pelo menos até aos oitavos-fe-final terá de posicionar-se sempre entre as três primeiras classificas do respectivo grupo.

A selecção de Angola é composta por: Sérgio Miguel (Mestre Internacional - MI do ASA), David Silva (MI - Academia Ditrov), Esperança Caxita (MI - 1.º de Agosto), Ednásia Júnior (MI - escola Macov), Lutuima Amaro (Candidato a Mestre - escola Macov) e Jemima Paulo (Candidata a Mestre - Escola Macov).

Suplentes: Manuel Alberto (Mestre Fide - Escola João Júlio), Vanderson Dias (Especialista Nacional - Progresso Sambizanga), Delfina João (Candidata a Meste - Progresso Sambizanga), Luzia Píres (MI - 1.º de Agosto), Domingos Júnior (Mestre Fide - Escola Macov) e Renelsa António (Candidato a mestre - Escola Rene Castilho do Cunene).

Caso seja escalada para determinada partida, a suplente Renelsa António, 14 anos de idade, vai jogar na Mediatéca local.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.