Com a anulação do Girabola Zap 2019/20, os três últimos classificados da prova respiram de alívio por estarem confirmados para disputar a próxima edição da prova que acontece em data a anunciar.

Trata-se do Sporting de Cabinda, Ferrovia do Huambo e o Santa Rita de Cássia que estava praticamente despromovido, por ser o último classificado e sem muitas hipóteses de garantir a manutenção.

Em exclusivo ao SAPO, o ex- avançado do Sporting de Cabinda, João Love, disse que a anulação do campeonato foi a melhor opção.

“Eu sempre defendi isso porque a saúde está em primeiro lugar e o desporto contribui para a termos. É também importante sublinhar que os últimos classificados nesta altura festejam porque estão na zona de despromoção”, realçou.

Contudo, felicitou os referidos clubes, cujos dirigentes prevêem enormes dificuldades financeiras para suportar as despesas na próxima época, uma vez que a pandemia também afectou os cofres dos patrocinadores.

Dizer ainda que os três últimos classificados do Girabola Zap normalmente têm descido para os campeonatos da segunda divisão. Sendo assim, sobe igual número de equipas para a primeira divisão.

Por outro lado, até ao momento, as opiniões dos adeptos e dirigentes desportivos continuam a divergir, principalmente nos bastidores.

Alguns estão a favor da anulação da prova e outros defendem que o título devia ser atribuído ao Petro de Luanda, por ser o líder da prova com 54 pontos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.