O antigo técnico da Selecção Nacional de Honras, Oliveira Gonçalves, considerou domingo, em Luanda, que o Estádio Nacional 11 de Novembro apresenta uma arquitectura moderna e suficiente para vir a ser considerado, futuramente, “um monumento nacional”. 

“Pelas visitas que fui fazendo a este Estádio Nacional, concluí que estamos em presença de um monumento nacional. É um estádio de grande qualidade, um dos melhores de África”, expressou, durante a cerimónia de inauguração do recinto.

Oliveira Gonçalves afirmou à Angop que o novo estádio, erguido de raiz no bairro Camama, município do Kilamba Kiaxi, em Luanda, supera em qualidade os melhores campos do Norte do continente africano, que diz conhecer profundamente. “Tenho andado por essa África toda, até naqueles países do Norte de África, e não há estádios com esta dimensão e qualidade. Estamos todos de parabéns pelo empenho do Governo, por esta oferta de Natal”, declarou.

Para o técnico, que conduziu o país ao Campeonato do Mundo da Alemanha, em 2006, a qualidade do recinto por si só pode aumentar os índices de confiança dos atletas da selecção nacional, que devem acreditar para vencer o Mali, a 10 de Janeiro. “A nossa selecção tem de acreditar, porque vai jogar em casa e terá a honra de inaugurá-lo”, concluiu.

 

Jornal de Angola

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.