Em declarações à imprensa, após o desafio realizado à porta fechada, em prevenção ao coronavírus, o coadjuvante do técnico Dragan Jovic, referiu que o seu conjunto teve grande desempenho e conseguiu concretizar uma das oportunidades, que permitiu o golo do triunfo desejado.

“Foi uma partida difícil, que obrigou os nossos jogadores a fazerem um grande sacrifício. O adversário esteve muito bem e criou-nos muitas dificuldades. Mas, o importante foi o sacrifício e a determinação de chegarmos à vitória. Por isso, vamos já preparar o segundo jogo, na esperança de outro resultado positivo”, disse.

O tento da vantagem agostina, foi marcado pelo avançado Mabululu, aos seis minutos.

Para atingir a esta fase, os “militares”, detentores do troféu, eliminaram a Académica do Lobito fruto de uma vitória (1-0) e empate (1-1), na primeira e segunda “mão” dos quartos-de-final.

A formação do Moxico, campeã de 2015, afastou o "caloiro" Wiliete de Benguela com empate (2-2) e vitória (1-0).

Noutra meia-final, o Sagrada Esperança da Lunda Norte, vencedor da edição 1999, venceu (3-1) o Interclube, campeã de 1986, 2003 e 2011, no campo Munduduleno, no leste do país.

Para chegar a esta fase, os “lundas” ultrapassaram o Desportivo da Huíla com dois triunfos (1-0 e 1-0) na primeira e segunda “mão”.

Já o Interclube eliminou o Sporting de Cabinda, por 2-0 e 3-0, na  primeira e segunda “mão”.

A segunda "mão" desta fase da competição disputa-se no próximo dia 28.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.