A 64.ª edição da São Silvestre de Luanda, referente ao ano 2019, está orçada em 66 milhões de kwanzas.

Deste valor, pelo menos 18 milhões já foram depositados na conta da Federação Angolana de Atletismo (FAA), tendo em conta as primeiras necessidades para o evento.

A informação foi revelada ao SAPO pelo presidente daquele organismo desportivo, Bernardo João, cujo seu elenco quer melhorar a organização para superar a edição passada.

O dirigente fez saber também que além das verbas provenientes do Orçamento Geral de Estado (OGE), a comissão organizadora do evento aguarda também pelos patrocinadores.

“Entendemos que todas as empresas que têm o projecto se revêem nele. Estamos a aguardar que a qualquer momento possam reagir em função das necessidades”, realçou.

Nesta prova de dez quilómetros, vão correr os atletas federados, populares e veteranos. O ponto de partida acontece no Largo da Mutamba e termina no Estádio dos Coqueiros.

De recordar que a primeira das três conferências de imprensa sobre o evento aconteceu a 31 de Outubro, numa das instalações de Luanda. A próxima está prevista para a terceira semana deste mês e a última em Dezembro.

É de conhecimento que nas duas últimas edições da São Silvestre, a participação de atletas estrangeiros que militam no exterior tem sido fraca, devido a actual situação económica e financeira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.