Desde a primeira edição da corrida em 1954, cujo vencedor foi o angolano Isidoro Louro, os quenianos ocupam o segundo lugar no cômputo geral das participações a nível de estrangeiros, depois dos etíopes que acomulam 20 títulos.

Quenianos que conquistaram o evento: Jony Korir (2002), Paul Tergat (2005), Elijah Nyabuti (2007), Stanley Blwot (2013), Stephen Kibe (2014) e Alex Olitiptip (2015).

Ao nível dos femininos, classe iniciada apenas em 1984, edição ganha pela portuguesa Rita Barralho, Beyanesh Ayele tornou-se na nona etíope a conquistar este evento anual, ao cronometrar nesta segunda-feira o tempo de 33 minutos e 56 segundos.

Antes, venceram as suas compatriotas Tigist Moreda (1991), Wamiggete (1992), Adert Berehane (1993), Fita Bayesa (1999), Genet Teka (2000), Debela Adere (2006), Dire Tuni (2010) e Emembert Mengistu (2011).

Ana Isabel, da província da Huíla, foi a primeira angolana a conquistar a prova em feminino, em 2013.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.