No desafio que decorreu no estádio 11 de Novembro, em Luanda, Kazadi, pelos marroquinos, abriu o marcador aos 14 minutos de cabeça, após cruzamento, e sete minutos depois Herenilson do Petro fez o 1-1, na sequência de um forte remate.

Com o público a puxar pelos anfitriões, Dany, pelos 'petrolíferos', desfez a igualdade no minuto 45, num remate de livre direto, enquanto, aos 57 minutos, o Wydad marcou por intermédio de Jabrane, na transformação de um penálti, resultado que se manteve até ao final.

Este resultado mantém o Petro de Luanda na última posição do grupo com dois pontos, fruto de duas derrotas e dois empates, ao passo que o Wydad soma seis pontos, num grupo liderado pelo Mamelodi Sandowns da África do Sul, com sete pontos, que joga hoje diante do USM da Argélia.

O treinador do Petro de Luanda, Tony Cozano, disse no final do jogo que faltou "um bocadinho de sorte" à sua equipa, sobretudo nos últimos minutos da partida. Já Zoran Maqui, treinador do Wydad, considerou que o resultado "foi justo".

Também hoje para o grupo A, o 1º de Agosto, tetracampeão angolano em título, perdeu por 2-1 na República Democrática do Congo frente ao TP Mazembe, em partida da quarta jornada da fase de grupos da competição.

Quatro jogos, dois empates e duas derrotas, é o saldo do 1º de Agosto, que soma dois pontos na última posição do grupo, que tem na liderança os congoleses do TP Mazembe, agora com 10 pontos, e com qualificação assegurada para os quartos de final.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.