A informação foi avançada à Angop por um dos promotores da iniciativa, num acto que inclui a divulgação de um vídeo em que o antigo treinador da Selecção Nacional de Sub-20 explica as suas razões.

“Estou aqui para anunciar que sou pré-candidato à presidência da FAF, para o mandato 2020/24.Vi-me legitimado pelo meu percurso, para lutar por um futebol pacificado e unido”, disse no filme promocional de três minutos.

Nanado Jordão fala em alcance dos objectivos caso seja eleito. No entanto, não deixou ainda claro quais são as sua ideias.

Além de ter passado pela selecção de Sub-23, Nando Jordão treinou igualmente a Académica do Lobito.

O pré-candidato começou a carreira futebolística na equipa de Portugal de Benguela. De 1988 a 1992 treinou o 1º de Maio da mesma província.

Com Nando Jordão, o número de concorrentes ao “cadeirão” da FAF subiu para cinco, nomeadamente Artur de Almeida e Silva (em fim de mandato), Norberto de Castro, Dino Paulo e António Gomes “Tony Estraga”.

A FAF realiza, na terça-feira (11), às 10h00, via videoconferência, a Assembleia-geral ordinária, na sede da instituição, no Nova Vida, em Luanda.

Estará em debate, entre outros, a data para a realização das eleições e a indicação da Comissão Eleitoral, bem como os apoios atribuídos pela FIFA para suporte aos filiados nesta fase da covid -19.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.