O evento contará com a participação de 125 atletas que vão competir em individual e por equipa.

Nesta altura, estão confirmadas as participações dos Mistos das províncias de Cabinda, Huambo, Huíla, Malanje e Luanda. Esta última estará representada com maior número de esgrimistas.

De acordo com o presidente da Federação Angolana desta modalidade olímpica que está há três anos no país, Domingos Pascoal, as condições estão a ser preparadas e sem sobressaltos.

“Já tivemos uma primeira abordagem com o Governo Provincial de Malanje onde a resposta foi positiva e estamos preparados para realizar o primeiro campeonato nacional de esgrima”, realçou.

Pascoal avançou que apesar de a Associação Provincial da Modalidade local ter limitações financeiras, humanas e quanto às condições de trabalho, tudo fez para que o evento fosse realizado.

Em termos de clubes e praticantes de esgrima no país, o dirigente concluiu que ainda são muito reduzidos apesar da modalidade olímpica ter-se tornado federada há três anos em Angola.

No entanto, o campeonato em destaque servirá também para divulgar, promover e atrair o público e novos talentos, com o propósito de massificar mais a modalidade no país.

A esgrima existe há mais de 3000 anos e faz parte dos Jogos Olímpicos desde a primeira edição. Além disso, esteve presente em todas as edições desta maior montra desportiva do mundo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.