Apesar da enorme dificuldade, o britânico conseguiu se arrastar até o fim para coroar mais uma conquista na carreira.

O GP da Inglaterra foi sem grandes emoções e nem mesmo as intervenções do safety-car com as batidas de Kevin Magnussen e Daniil Kvyat foram capazes de animar a competição.

Mas nas voltas finais tudo mudou. Três pilotos tiveram pneus furados: Valtteri Bottas, Carlos Sainz e o líder da prova, Lewis Hamilton.

A corrida ganhou ares de dramaticidade com o hexacampeão a se arrastar para a bandeirada na última volta.

Mesmo com Max Verstappen se aproximando cada vez mais, Hamilton conseguiu cruzar a linha de chegada.

Foi a 87ª vitória na carreira e a sétima do hexacampeão do mundo no circuito de Silverstone e talvez a corrida mais dramática de todas para Lewis,  segundo o sítio “terra.com.br.”

Apesar do resultado positivo, a Mercedes não teve a mesma sorte com Valtteri Bottas, que seguia na segunda posição até passar pelo mesmo problema faltando três voltas. Com mais uma parada nos boxes, acabou despencando para o 11º lugar.

Enquanto isto, a sorte coube mesmo ao holandês Max Verstappen, da RBR, e ao monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, que ganharam as posições no pódio de bandeja.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.