André Makanga, "capitão" dos Palancas Negras, é o grande destaque entre os ausentes na lista de convocados de Manuel José, para a disputa do CAN.
O líder do meio campo da equipa nacional falha o CAN, por lesão. Combativo em campo, atitude que contagia os colegas, Makanga tem uma ruptura no menisco esquerdo, e não recupera a tempo de representar o país na prova continental.
Igualmente por problemas clínicos ficam de fora Yamba Asha, lateral-esquerdo, e Mateus Galiano, avançado. O primeiro tem uma lesão na coxa esquerda, enquanto o segundo fez uma ruptura de ligamentos.
Para compensar a ausência de André Makanga, Manuel José chamou Zwela, médio defensivo que actua no futebol russo, que deve partilhar com Dedé a tarefa de apoiar Gilberto na organização do jogo dos Palancas Negras.
Carlos, o grande achado do seleccionador, traz do Rio Ave, da primeira liga portuguesa, concorrência de peso para Lama, na defesa da baliza. Enquanto Asha soma a segunda ausência, depois de ter falhado o CAN disputado no Egipto, por doping, Rui Marques recuperou e vai disputar um lugar na estrutura de três centrais.
Djalma Campos é um dos destaques entre os escolhidos para o meio campo. A atravessar um bom momento de forma no Marítimo, da I Divisão de Portugal, o  Sporting de Portugal tem mostrado interesse na sua contratação já em Janeiro, na reabertura do mercado de transferências. Manucho Gonçalves aumenta a qualidade do ataque dos Palancas Negras e deve fazer parelha com Flávio Amado.
O Petro de Luanda, campeão nacional, tem o maior efectivo no combinado nacional, com seis convocados: Lama, Jamuana, Mabina, Chara, David e Job. Quanto ao 1º de Agosto, seu eterno rival desportivo, vai estar representado no CAN apenas com Love Cabungula. No total do campeonato nacional foram chamados onze atletas.
Manuel José chamou Lama, Carlos e Wilson (guarda-redes), Mabina, Jamuana, Enoque, Kaly, Dias Caires, Rui Marques e Stélvio (defesas), Dedé, Zwela, David, Zé Kalanga, Gilberto, Chara, Job e Djalma (médios), Flávio Amado, Mantorras, Manucho Gonçalves, Love Cabungula e Johnson Makaba. 
Jornal de Angola

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.